Voltar para índice
 
Medicamento
Adnax
cloridrato de nafazolina 1,0 mg mL
cloridrato de difenidramina 0,5 mg mL
 
Tamanho da fonte Aumentar a fonte Diminuir a fonte

 

adnax
cloridrato de nafazolina 1,0 mg/mL . cloridrato de difenidramina 0,5 mg/mL

Forma farmacêutica e apresentação:
Solução nasal tópica. Frasco conta-gotas com 20 mL.

USO ADULTO

USO NASAL

Composição: cada mL contém:
cloridrato de nafazolina (DCB 6177) ......................................................... 1,0 mg
cloridrato de difenidramina (DCB 2979) .................................................... 0,5 mg
veículo* ..................................................................................................... 1,0 mL
*cloreto de benzalcônio, essência de rosas, cloreto de sódio e água de osmose reversa.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE: ação esperada do medicamento: ADNAX é indicado no tratamento das rinofaringites e suas manifestações. Os sinais de melhora nos sintomas podem ocorrer em um prazo variável de dias, após o início do tratamento. Seu médico é a pessoa adequada para dar-lhe mais informações sobre o tratamento; siga sempre suas orientações. Não devem ser utilizadas doses superiores às recomendadas. A interrupção repentina deste medicamento não causa efeitos desagradáveis, nem risco, apenas cessará o efeito terapêutico.

Cuidados de armazenamento: conservar em temperatura ambiente (ambiente com temperatura entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.

Prazo de validade: 24 meses a partir da data de fabricação.
Ao comprar qualquer medicamento, verifique o prazo de validade.

Atenção: não use medicamento com prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado, você poderá prejudicar sua saúde.

Gravidez e lactação: informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.

Cuidados de administração: siga sempre a orientação do seu médico, respeitando os horários, as doses e duração do tratamento.

Interrupção do tratamento: não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

REAÇÕES ADVERSAS: EM ALGUNS CASOS, O PRODUTO PODE PRODUZIR, TRANSITÓRIA NA MAIORIA DAS VEZES, ALGUMAS REAÇÕES DESAGRADÁVEIS. INFORME AO SEU MÉDICO O APARECIMENTO DE REAÇÕES DESAGRADÁVEIS.

“TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.”

Ingestão concomitante com outras substâncias: a administração do produto com outros medicamentos só deverá ser realizada após consulta ao médico.

CONTRA-INDICAÇÕES E PRECAUÇÕES: O PRODUTO É CONTRA-INDICADO PARA PACIENTES QUE APRESENTAREM ANTECEDENTES DE HIPERSENSIBILIDADE A QUALQUER UM DOS COMPONENTES DA FÓRMULA.

“Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.“

“NÃO TOME MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.”

INFORMAÇÕES TÉCNICAS: características químicas e farmacológicas:
cloridrato de nafazolina é uma amina simpatomimética heterocíclica, que possui potente ação vasoconstritora periférica, utilizada em aplicações locais sobre as mucosas. A nafazolina tem ação depressora sobre a musculatura gastrintestinal, sem maior incidência sobre a musculatura brônquica. É facilmente absorvida por todas as vias de administração, inclusive as mucosas, logo após sua aplicação. É indicada como descongestionante nasal para aliviar a hiperemia e o edema, nos casos de rinites e sinusite, durando este efeito de 3 a 6 horas após sua aplicação.
cloridrato de difenidramina é um anti-histamínico obtido por síntese e, como todas as substâncias desse grupo, é amina terciária. A ação fundamental do anti-histamínico é antagonizar o efeito da histamina, por isso que, dado o papel que desempenha a histamina nos fenômenos anafilático e alérgico, é de esperar-se que esta substância iniba esses fenômenos. Os anti-histamínicos atuam sobre as células efetoras, impedindo a ação da histamina por mecanismo de competição. São absorvidos por via oral, retal, parenteral e pelas mucosas; daí o uso dessa substância nos casos de rinite alérgica.

Indicações: no tratamento das rinofaringites e suas manifestações.

CONTRA-INDICAÇÕES: O PRODUTO É CONTRA-INDICADO NA RINITE SECA E GLAUCOMA. ASSIM COMO OUTROS VASOCONSTRITORES, NÃO DEVE SER EMPREGADO APÓS HIPOFISECTOMIA TRANSFENOIDAL OU APÓS CIRURGIAS ORONASAIS EM QUE OCORRA A EXPOSIÇÃO DA DURA-MÁTER. A OCORRÊNCIA DE IRRITAÇÃO LOCAL, NÁUSEAS E DOR DE CABEÇA É RARA. TRANSCORRIDAS 6 HORAS APÓS A ADMINISTRAÇÃO, INSTALA-SE UMA HIPEREMIA REATIVA DE BREVE DURAÇÃO. PODE OCORRER UM CERTO GRAU DE ACOMETIMENTO DA FUNÇÃO NORMAL DO EPITÉLIO CILIADO NASAL. EM CASOS DE USO ININTERRUPTO E PROLONGADO DE ADNAX, O PACIENTE PODE HABITUAR-SE AO SEU EFEITO DESCONGESTIONANTE.

PRECAUÇÕES: ADNAX DEVE SER ADMINISTRADO COM CAUTELA A PACIENTES PORTADORES DE HIPERTENSÃO OU HIPERTIREOIDISMO. DA MESMA FORMA QUE OUTROS MEDICAMENTOS PERTENCENTES AO GRUPO DAS ARILALQUILIMIDAZOLINAS, DEVE SER UTILIZADO COM ESPECIAL CUIDADO EM PACIENTES PORTADORES DE GRANDE SENSIBILIDADE AOS AGENTES SIMPATOMIMÉTICOS, EVIDENCIADA POR SINAIS DE INSÔNIA OU TONTURA. COMO REGRA BÁSICA PARA TODOS OS VASOCONSTRITORES LOCAIS, NÃO DEVE SER EMPREGADO ININTERRUPTAMENTE DURANTE PERÍODO PROLONGADO COMO, POR EXEMPLO, EM RESFRIADOS CRÔNICOS. EM CASOS ESPECIAIS QUE REQUEIRAM ADMINISTRAÇÃO CONTÍNUA POR PERÍODOS PROLONGADOS, DEVE-SE ESTABELECER UMA PAUSA APÓS DEZ DIAS DE TRATAMENTO.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS: O USO CONCOMITANTE DE ADNAX E INIBIDORES DE MONOAMINOXIDASE (MAO) PODE ORIGINAR CRISES HIPERTENSIVAS. ESSE MESMO RISCO ESTÁ AINDA PRESENTE SE ADNAX FOR UTILIZADO EM PERÍODO INFERIOR A 10 DIAS APÓS A SUSPENSÃO DO TRATAMENTO COM INIBIDORES DE MAO.

Reações adversas/colaterais e alterações de exames laboratoriais: ainda não são conhecidas a intensidade e a freqüência das reações adversas.

Posologia e modo de usar: instilar 2 gotas em cada narina, até 4 vezes ao dia.

Superdosagem: em caso de suspeita de superdosagem, o paciente deve ser imediatamente encaminhado ao médico.

Pacientes idosos: não foi relatada nenhuma contra-indicação quanto ao uso para pacientes com mais de 65 anos de idade. Devem ser consideradas as mesmas contra-indicações e precauções.

“SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.”

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Número do lote, data de fabricação e prazo de validade: vide cartucho/rótulo.

Reg. MS - 1.7287.0034.003-3 - Farmacêutico Resp.: Dr. Carlos Takashi Maki - CRF-SP nº 5606
Hypermarcas S/A Av. Fernando Cerqueira César Coimbra, 1000 - Barueri - SP

CNPJ 02.932.074/0013-25 - Indústria Brasileira - Marca Registrada

 

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR
080077-17017 LIGAÇÃO GRATUITA